Inteligencia Emocional como pratica pedagogica

quarta-feira, 27 de abril de 2011
INTELIGENCIA EMOCIONAL COMO PRÁTICA PEDAGOGICA.

A palavra pedagógica derivado da palavra pedagogia, que é teoria e ciência da educação e do ensino. PAULO GHIRALDELLI Jr. (2007) A pedagogia, como conhecemos hoje, possui características básicas estabelecidas com o advento do mundo moderno. Fundamentalmente, ela se define a partir dessa noção essencialmente moderna que é a infância. Isto é, a pedagogia, ou melhor, a pedagogia moderna, é caudatária de dois modos de pensar e compreender a criança cujas origens encontram-se nos séculos XVI. XVII, XVIII.

A pedagogia é um campo de conhecimento específico da práxis educativa que ocorre na sociedade. Diferente dos demais que não têm a educação como objeto específico de análise, mas que a ela podem se voltar. A sociologia, por exemplo, na sua raiz não tem a educação como objeto de estudo, mas há sociólogos que se voltam a ela, se valendo dos aportes da ciência sociológica para estudar dimensões da práxis educativa. O mesmo ocorre com a filosofia, a psicologia, a história e outras ciências que se voltam à educação. Essas disciplinas quando voltadas ao campo da educação, constituem nos cursos de pedagogia os fundamentos da educação.
                                                                                                                           
Segundo PAULO GHIRALDELLI Jr. (2007) nos nossos tempos, o termo pedagogia ganha outras conotações. Três tradições de estudos educacionais se responsabilizam pela sua configuração atual: a francesa, na linha da sociologia Émile Durkheim (1858-1917), e as tradições alemã e americana, segundo as filosofias e psicologias de Johann Friedrich Herbart (1776) e John Dewey (1859-1952). LIBÂNEO (2008) a pedagogia como prática cultural, forma de trabalho cultural, que envolve uma prática intencional de produção e internalização de
22
significados...a educação é uma prática social que busca realizar nos sujeitos humanos as características de humanização plena. Desta forma argumenta PERRENOUD(1999) Hoje, é de bom-tom preocupar-se com a eficácia, a eficiência e a qualidade da educação escolar. Não nos enganemos: o objetivo é conservar o adquirido, gastando menos, uma vez que os Estados não têm mais os meios de desenvolver a educação como nos tempos de crescimento. Fazer melhor com menos; tal é a divisa dos governos há alguns anos.

0 comentários:

Postar um comentário

É da máxima importância reconhecer e estimular todas as variadas inteligências humanas e todas as combinações de inteligências. Nós somos todos tão diferentes, em grande parte, porque possuímos diferentes combinações de inteligências. Se reconhecermos isso, penso que teremos pelo menos uma chance melhor de lidar adequadamente com os muitos problemas que enfrentamos neste mundo. Howard Gardner (1987)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...